quarta-feira, 26 de abril de 2017

Passatempo | Exemplar "Amor às claras" de Laura Kaye

Olá! O blogue em parceria com a editora 4 estações editora/O castor de papel tem um exemplar do livro "Amor às claras" de Laura Kaye para oferecer. Este livro é a continuação de "Corações na escuridão" e ainda se encontra em pré-venda, por isso é uma novidade mesmo fresquinha.
O modo de participação no passatempo é o mesmo de sempre, contudo desta vez podem conseguir até 4 entradas extras, totalizando 5 entradas se completarem todos os passos. Parece-vos bem? Eu acho que melhor era impossível.
Sinopse: "Assombrado por uma tragédia na infância e pela perda da família, ele nunca pensou a vir encontrar o amor que partilha agora com Makenna. Mas quanto mais se enamora, mais receia o caos que certamente ocorrerá se também a perder. Quando o encontro com a família dela não corre bem, Caden coloca a si mesmo a questão de Makenna merecer alguém melhor, mais forte e pura e simplesmente mais…normal."

Continuação do livro:

Regras de participação: 

- Passatempo válido até às 23h59 do dia 15 de Maio.;
- Cada pessoa só pode participar uma vez, sendo obrigatório para validar cada participação:

  • Partilhar o passatempo publicamente no facebook;
  • Gostar da página do facebook do blog Sabores e dissabores literários (link);
  • Gostar da página da editora Castor de Papel (link);
  • Visitar o site da editora.

- Para conseguirem mais quatro entradas extra neste passatempo basta:

  • Seguir publicamente o blog Sabores e dissabores literários;
  • Seguir publicamente o blog da editora 4 estações editora/O Castor de papel (link)
  • Seguir o twitter da 4 estações editora/O castor de papel (link);
  • Seguir o instagram do blog Sabores e dissabores literários (link).

- O livro será enviado pela editora;
- A editora e o blogue Sabores e dissabores literários não se responsabilizam por extraviso por parte dos ctt;
- Só serão aceites participações de residentes em Portugal Continental e ilhas dos arquipélagos dos Açores e da Madeira;
- O vencedor será escolhido aleatoriamente através do random.org e, posteriormente será anunciado aqui no blog e contactado por e-mail.


Este passatempo é promovido em parceria com a editora O castor papel/4 estações editora:

Boa sorte!

Passatempo | Exemplar "Livros do chacras" de OSHO

Olá! O blogue em parceria com a editora 4 estações editora/O castor de papel tem um exemplar d' "O livro dos Chacras" de OSHO para oferecer. O modo de participação no passatempo é o mesmo de sempre, contudo desta vez podem conseguir até 4 entradas extras, totalizando 5 entradas se completarem todos os passos. Parece-vos bem? Eu acho que melhor era impossível.
Sinopse: "Neste livro, Osho dá-nos uma perspetiva da ciência ocidental dos centros de energia subtil do corpo humano, por vezes conhecidos por “chacras”. Trata-se de uma ciência subjacente à medicina tradicional chinesa, ao Ayuverda indiano e à prática de Yoga Kundalini, entre outras disciplinas que reconhecem a ligação profunda entre a mente e o corpo.Osho mostra ainda como estes mesmos princípios se aplicam ao crescimento psicológico e ao amadurecimento humano, assim como à evolução da consciência."

Regras de participação: 

- Passatempo válido até às 23h59 do dia 15 de Maio.;
- Cada pessoa só pode participar uma vez, sendo obrigatório para validar cada participação:

  • Partilhar o passatempo publicamente no facebook;
  • Gostar da página do facebook do blog Sabores e dissabores literários (link);
  • Gostar da página da editora Castor de Papel (link);
  • Visitar o site da editora.

- Para conseguirem mais quatro entradas extra neste passatempo basta:

  • Seguir publicamente o blog Sabores e dissabores literários;
  • Seguir publicamente o blog da editora 4 estações editora/O Castor de papel (link)
  • Seguir o twitter da 4 estações editora/O castor de papel (link);
  • Seguir o instagram do blog Sabores e dissabores literários (link).

- O livro será enviado pela editora;
- A editora e o blogue Sabores e dissabores literários não se responsabilizam por extraviso por parte dos ctt;
- Só serão aceites participações de residentes em Portugal Continental e ilhas dos arquipélagos dos Açores e da Madeira;
- O vencedor será escolhido aleatoriamente através do random.org e, posteriormente será anunciado aqui no blog e contactado por e-mail.

Este passatempo é promovido em parceria com a editora O castor papel/4 estações editora:

Boa sorte!

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Opinião | As piores intenções - Elizabeth Hoyt

Olá! Esta é daquelas opiniões de livros lidos ainda em 2016. Já tinha a opinião toda prontinha já há algum tempo, mas agora que saiu o segundo volume da série é que me lembrei que estava em falta a partilha da mesma aqui no blogue, por isso cá está ela.

Título: As piores intenções
Série: Maiden Jane #1
Autora: Elizabeth Hoyt
Editora: Quinta Essência
Edição/reimpressão: 2016
ISBN: 9789897414664
Páginas: 392

Sinopse: "Famoso pelos seus desejos selvagem e sensuais, Lazarus Huntington, Lorde Caire, anda à procura de um assassino cruel em St. Giles, o bairro da lata mais famoso de Londres. A viúva Temperance Dews conhece St. Giles como a palma da mão - passou a maior parte da vida a cuidar dos seus habitantes no lar de órfãos que a sua família estabeleceu. Agora essa casa está em risco.Caire faz uma oferta simples: em troca da ajuda de Temperance para navegar os becos perigosos de St. Giles, ele irá apresentá-la à alta sociedade de Londres para que ela possa encontrar um benfeitor para o lar. Mas Temperance pode não ser tão inocente como parece, e o que começa por ser um calculismo frio em breve se transforma numa paixão que nenhum deles pode controlar - e que pode muito bem destruir ambos."

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Leitura do momento #12

Olá! Já faz algum tempo desde o último post sobre as minhas leituras do momento e, atualmente até estou a ler mais do que um livro, mas decidi dedicar este post apenas a este livro que promete ser muito bom e que uma novidade literária bem recente.
"Só porque tens um passado, não quer dizer que não possas ter um futuro.Mudar de escola no último ano e ser a miúda nova do liceu nunca é fácil para ninguém. Amanda Hardy não é excepção: se quiser fazer amigos e sentir-se aceite, terá de baixar as defesas e deixar que os outros se aproximem. Mas como, quando guarda um segredo tão grande?Uma história inspiradora e comovente que nos enche o coração e nos ensina que o amor mais verdadeiro e profundo nasce da coragem de sermos nós mesmos."

terça-feira, 18 de abril de 2017

Resumo mensal (Leituras e aquisições) | Março

Olá! Vá-se lá saber porquê durante o mês de Março continuei na onda dos livros em formato ebook, tendo lido apenas um livro em formato físico. Ainda bem grande, diga-se de passagem.

Leituras

 

Foi com grande entusiasmo que li o livro Bound by Vegeance (4 ★), o quinto livro de uma das séries que mais gostei de ler o ano passado, mas que infelizmente ainda não foi editada em Portugal. Há que confessar que nenhum dos livros que li desta série conseguiram ser tão bons quanto o primeiro, mas Cora Reilly vai ser sempre uma escritora a ler mal saía algo novo, por isso. Anti-Stepbrohter (4★) foi uma estreia com a autora e decidi lê-lo quando descobri que se tratava de um livro único e quando eu estava a precisar de pegar em algo mais leve. O título deixou-me um pouco de pé atrás, mas no final o livro revelou-se bem melhor que aquilo que eu esperava: tinha conteúdo e tudo levou o seu tempo para acontecer o que na minha opinião é sempre bom quando acontece. Um bocadinho por influência do mundo criado nos livros da Cora Reilly, arrisquei-me a ler Nero (1 ★) que também inicia uma série, mas não consegui levar esta leitura avante por muito tempo, ainda tentei mas isso tornou-se impossível e dei dnf no livro. 
Também li um livro que requisitei na biblioteca e que há muito queria ler: Na sombra da noite (5 ★) que foi o melhor livro lido durante este mês  e possivelmente até então, agarrou-me da forma certa e deixou-me sempre a ansiar pelo próximo capítulo. Gostei tanto do mundo criado pela autora e das personagens que mal terminei este, comecei o segundo.
Por fim, terminei uma leitura que já trazia do mês passado: O protector (4 ★), em que a autora acabou por surpreender-me bastante com este romance super doce.

Leituras (em andamento)

   
Parece impossível, mas ando com estas três leituras há imenso tempo. Demasiado, diria eu. Uma delas já terminei, outra ainda vou querer levar durante uns meses por ser basicamente um livro de textos e tenho a sensação de que vou dar dnf num destes livros porque não me estou a sentir nada tentada a voltar a pegar nele.

Aquisições

Milagre dos milagres, durante o mês de Março não fiz qualquer aquisição de livros. 

Como correu o vosso mês de Março? 

quarta-feira, 29 de março de 2017

Opinião | A cada respiração - Maya Banks

Olá! Hoje venho partilhar a minha opinião sobre um livro que terminei de ler há relativamente pouco tempo. Tenho de admitir que ele me surpreendeu, depois da minha primeira experiência com a autora estava receosa de encontrar a mesma fórmula neste livro, mas esta leitura acabou por revelar-se uma surpresa e bem mais positiva do que eu esperava.
Quero também aproveitar para agradecer à editora por me ter cedido um exemplar do livro!

Título: A cada respiração
Autora: Maya Banks
Editora: HarperCollins
Edição/reimpressão: 2016
ISBN: 9788416502660
Páginas:
Sinopse: "Eliza Cummings libertou-se de um monstro que a aterrorizava quando era uma adolescente inocente e ajudou a pô-lo atrás das grades para sempre. Ninguém, nem mesmo as pessoas mais próximas, conhece os seus segredos mais sombrios. Aceitou um emprego na Devereaux Security Services e dedicou todo o seu tempo a combater o que quase a destruiu. Mas, agora, o assassino arranjou uma forma de ser libertado e é apenas uma questão de tempo até a encontrar. A única coisa que pode fazer é afastar o monstro das pessoas que ama.
Wade Sterling viveu sempre segundo as suas próprias regras e nunca deixou que alguém se aproximasse o suficiente para ver o homem que se esconde por trás da máscara impenetrável, mas há uma mulher que ameaça o seu controlo férreo. Pôs-se à frente de uma bala destinada a Eliza, mas não foi a bala que lhe atingiu o coração, foi a coragem de uma mulher que antepõe a sua vida à dos outros.
Quando Wade vê que está assustada, sabe que algo está muito mal, pois Eliza não teme nada. Assim, quando Eliza tenta acabar com aquele monstro, os seus instintos mais básicos vêm à superfície. Talvez ela não saiba, mas pertence-lhe. Desta vez, não será Eliza a protetora, mas a protegida. E enquanto ele respirar, ninguém magoará a mulher que ama."


Opinião: A cada respiração é o quarto livro da série Slow Burn, pormenor que eu só descobri pouco depois de começar a ler este livro. Falha minha, grande falha minha!
    Sou daquelas pessoas que quando lê uma duogia, trilogia ou série mais longa gosta de fazê-lo por ordem, por isso descobrir que estava a ler o quarto livro de uma série sem sequer ter pegado nos volumes anteriores foi algo que me deixou desde logo apreensiva, embora tivesse pesquisado e lido que os livros podiam ser lidos de forma individual. Creio que o que me confundiu e fez com que não soubesse desde logo que estava a ler o quarto de livro de uma série foi o facto desta ter começado a ser editada por uma editora, mas depois passar a ser editada por outra.
    Este livro conta a história de Eliza que tenta viver tranquilamente a sua vida depois de tudo aquilo que passou com o seu ex-namorado e tê-lo visto ir para a prisão. Tudo está a correr nos conformes até ao dia em que ela recebe um telefonema em que é avisada que Thomas sairá em breve da prisão devido ao seu bom comportamento dentro da mesma.
    Eliza sabe de antemão que é impossível viver em paz a partir do dia em que Thomas meter os pés fora da prisão, por isso decide embarcar numa missão suicida e tentar fazer justiça pelas próprias mãos.
    De todas as pessoas que podiam ajudá-la ou evitar que ela cometa possivelmente um dos maiores erros da sua vida, aquela que decide ajudá-la é Wade, um homem que está presente no ciclo de amigos da Eliza, que levou um tiro por ela, mas que ela tem quase a certeza de que não a grama por nada deste mundo, mas talvez esteja enganada. Wade é um homem de ideias fixas, sempre atento aos pormenores e pronto a proteger todos os que o rodeiam, sendo portanto a pessoa ideal para manter Eliza a salvo e tão quieta quanto possível.
    É a partir daqui que toda a história se desenrola e tenho a dizer que apesar deste ser o quarto livro de uma série, consegui estar a par dos pormenores fundamentais para conseguir entender a história porque a autora vai-nos contando os detalhes imprescindíveis à historia à medida que ela se desenrola o que é muito bom.
    Foi bom ver a escritora escrever algo num registo diferente porque este não é apenas um livro erótico como é hábito nesta autora, este livro junta ainda policial/thriller e as personagens têm poderes paranormais o que achei interanssítimo sendo inserido neste contexto todo.
    Confesso que uma das coisas que mais gostei neste livro foi as personagens e a forma como não só Wade, mas toda a equipa da Devereaux Security Services, que é onde Eliza trabalha, se dedicou a protegê-la independemtne das consequências. Esta foi a prova mais do que viva que com ou sem família, temos a hipótese de escolher devidamente os nossos amigos e formar a nossa própria família, não de sangue, mas do coração.
    Também gostei muito do romance deste livro, mas houve algo nas personagens que não me deixou 100% cativada, embora reconheça que estão bem construídas e a história seja boa, sinto que faltou alguma coisa. Uma coisa que gostei bastante foi o facto do vilão da história ter poderes psíquicos e desse modo conseguir manipular as suas presas, digam o que disserem isso tornou a personagem ainda mais interessante.
    Uma das coisas que destaco de forma mais positiva neste livro é definitivamente a sua escrita. Já tinha tido oportunidade de ler algo da autora anteriormente, mais precisamente a série Breathless, da qual não fiquei particularmente fã porque achei-a sem conteúdo para além das quatro paredes, mas nesta série a autora conseguiu ir mais além e dar-nos história e corpo às suas personagens e foi muito mais cuidada na escrita e em algumas das descrições feitas. Sinto que não se focou só na relação sexual do casal o que é muito positivo, sem dúvida alguma.
    Apesar de ter sentido que faltou algo, vou querer ler os livros seguintes se tiver oportunidade e até mesmo os anteriores porque talvez seja esse algo que faltou.

Classificação: 

Playlist:

Esta leitura teve o apoio da editora HarperCollins que me enviou um exemplar em troca de uma opinião sincera.
        

sexta-feira, 24 de março de 2017

Resumo mensal (Filmes e séries) | Fevereiro

Olá! Em Fevereiro não segui qualquer série, contudo consegui ver três filmes, sendo dois deles relativamente recentes o que me deixa muitíssimo feliz.

Filmes

Fifty Shades Darker (2017) foi visto no cinema no dia nos namorados como eu tanto queria! Já li estes livros há tanto tempo que sinceramente já não me lembrava de muitos dos detalhes, mas isso foi acabou por tornar-se algo positivo porque existiram coisas que aconteceram no filme e que eu não esperava por já não ter este livro fresquinho na memória. No geral achei que a adaptação está muito boa, melhor que o primeiro filme, senti que os atores evoluíram e entregaram-se mais neste segundo filme. Adivinhem só, fiquei com vontade de reler a trilogia e talvez até o venha a fazer este ano.
The Edge Of Seventeen (2016) foi um filme com o qual me deparei um pouco ao acaso e só decidi vê-lo quando me apercebi que ele tinha como artista principal a Hailee Steinfeld. Gosto do seu registo musical e fiquei curiosa para ver como é que ela se saía no grande ecrã e acho que esteve muito bem. Gostei da forma como ela deu corpo à personagem e a forma como encarou os típicos dramas adolescentes. Este é daquele género de filmes de sábado à tarde, mas com algum conteúdo à mistura!
Transformers 4 (2014) foi outro filme que vi um pouco por acaso quando soube que ele ia passar na televisão. Já tinha visto o primeiro e o segundo filme, mas nunca me deu muito para ver o terceiro,q quanto mais este quarto, isto tudo porque resolveram mudar alguns dos atores, pormenor que não gostei muito. Contudo foi um filme razoável dentro daquilo que se pode esperar neste género de filmes. Qual não foi o meu espanto quando percebi que vai haver um quinto filme.

terça-feira, 7 de março de 2017

Resumo mensal (Leituras e aquisições) | Fevereiro

Olá! O mês de Janeiro foi muito bom, mas infelizmente durante o mês de Fevereiro as coisas não correram da mesma forma e muitos foram os livros começados e não terminados, por isso pode ser que o mês que se avizinha seja ligeiramente melhor. Veremos!

Leituras

Durante o mês de Fevereiro quis continuar a ler livros da saga Marked Men e li Nash (4 ) que é o quarto livro da série e não desiludiu, neste livro temos a história de duas pessoas que já se conheciam desde a altura do liceu e têm alguns problemas mal resolvidos para pôr em dia e, a partir daí é um passo para estarem juntas. Depois terminei o livro A cada respiração (3 ) e, sinceramente, ainda não sei o que pensar e dizer sobre este livro, se por um lado gostei bastante e acabei surpreendida porque já tinha lido coisas da autora de que não tinha ficado fã, por outro achei que acabei por perder um pouco aquela ligação à história e aos personagens por não ter lido os livros anteriores da série, mas contarei tudo ao pormenor no post de opinião que deve sair entretanto.

Leituras (em andamento)


  
Fevereiro foi um mês crítico. O livro Tens coragem? já vem desde o mês anterior e que espero muito sinceramente terminar entretanto. Iniciei ainda alguns livros, mas na hora de ler não me apetece pegar em nenhum deles, o que não significa que não esteja a gostar deles, de maneira nenhuma que é isso. Só ando numa fase complicada e sinceramente detesto quando ando assim, a querer ler tudo mas sem no fundo ler nada, sabem? Comecei então a ler Lembras-te de mim?, Larga quem não te agarra que é um livro para ir ler aos poucos e O protector uma novidade de 2017.

Aquisições

Foi durante este mês que fiz as minhas primeiras aquisições de 2017 e contive-me ao máximo para manter o foco. Adquiri o livro Larga quem não te agarra porque há já muito tempo que queria tê-lo e vou lendo aos bocados, não faz sentido que seja de outra maneira. O protector é uma novidade literária que tinha alguma curiosidade e quando me deparei com este livro em formato ebook não pensei duas vezes e comprei-o.

E o vosso mês de Fevereiro como correu?

segunda-feira, 6 de março de 2017

Novidades | O castor de papel/ 4 estações editora


Sinopse: "A vida encontra-se recheada de dúvidas e de escolhas. Através da utilização de pêndulos é possível obter informações de modo a fazer opções mais corretas; o pêndulo é uma ferramenta que pode ajudar-nos a decidir com mais segurança."

Sinopse: "Paulo Vieira é atualmente um dos mais conceituados e referenciados coaches do Brasil, com mais de dez mil horas em sessões ao longo de quase 20 anos. O seu vasto conhecimento nas áreas da Neurolinguística e Neurociência permitiu-lhe descobrir os caminhos do poder da mente e como podemos trabalhar o pensamento positivo a nosso favor, para realizar os nossos sonhos e objectivos."

Novidades | Marcador Editora

Sinopse: "Uma leitora compulsiva que é uma bomba. Um Casanova incorrigível. E "uma lição de química demasiado escandadalosa para ser ensinada na escola. 
Quando Hanna Bergstrom ouve um raspanete do irmão superprotector, por estar a negligenciar a sua vida social para se dedicar apenas aos estudos, decide aceitar o desafio implícito que ele lhe lança: sair, fazer novos amigos, namorar… E quem melhor para a transformar na mulher fatal, que todos os homens irão desejar, do que o melhor amigo do irmão, Will Sumner, investidor de risco, sedutor, bonito e playboy sem cura?
Will corre riscos na profissão, mas tem reservas quanto ao desafio de Hanna… Até que, numa noite louca, a sua inocente mas sedutora aluna o leva para a cama - e lhe ensina uma ou duas coisas sobre como estar como uma mulher que ele não conseguirá esquecer. Quando Hanna descobre o seu próprio poder de sedução, é a vez de Will provar que é o único homem que ela precisa."

Sinopse: "Ao acordar no dia 1 de Janeiro, Samuel, um professor de Linguística solitário, está convencido de que o ano que se inicia só lhe trará verbos no passivo e poucos momentos em itálico, até que um visitante inesperado se esgueira para dentro do seu apartamento e se recusa a sair.
Mishima, um gato vadio, torna-se o catalisador que faz Samuel abandonar a comodidade dos seus livros favoritos, dos seus filmes estrangeiros e da sua música clássica, para ir a lugares onde nunca esteve - como a casa do vizinho - e conhecer pessoas que jamais pensaria conhecer - um velho com o qual nunca trocaria uma palavra.
Mas há mais: o gato fará com que ele reencontre Gabriela, uma misteriosa mulher do seu passado, que ele já não tinha esperança de voltar a ver."

Sinopse: "Em 1965, cinco amigos, todos adolescentes, cansados da rotina e temerosos de uma vida previsível, fogem de Glasgow com destino a Londres e o sonho de serem estrelas e de transformar a sua banda de música num sucesso. No entanto, antes do final do primeiro ano, três deles regressam a` sua cidade natal na Escócia - e voltam diferentes, danificados, sem que ninguém perceba a razão para tal. Cinquenta anos mais tarde, em 2015, um brutal homicídio na capital inglesa obriga esses três homens, agora com quase 70 anos, a regressar a Londres e a confrontar, por fim, a mancha escura do seu passado da qual tentaram fugir durante toda a vida."

Sinopse: "Na aldeia onde é rejeitada e perseguida pela população, Isabel acorda com a única ideia capaz de a libertar do casamento opressor em que vive: matar o marido. Se, de início, a ideia lhe parece improvável, vai ganhando força à medida que recorda as histórias das mulheres do passado, de que a avó lhe falava quando, com outras mulheres, se reuniam em grupos femininos secretos para falarem de oráculos, curas e magia.
Isabel é moderna, sensível, curiosa e sempre quis a sua independência. Cresceu na capital, mas mudou-se para a aldeia por causa do casamento. E foi essa união que a aprisionou numa existência de medo e abuso. Só ela pode libertar-se desse homem castigador, e ao longo de vários dias Isabel confronta-se com todos os receios e dúvidas, imaginando planos e lembrando-se dos ensinamentos da avó, procurando argumentos que fortaleçam a sua decisão, enquanto cumpre com todos os rituais quotidianos da casa com beleza e empenho poético."

Novidades | Saída de Emergência


Sinopse: "Uma história arrebatadora e bela de um confronto milenar que poderá condenar dois amantes para a eternidade. 
Raven e a sua irmã, Cara, estão à mercê de inimigos que se movem no submundo de Florença e que as mantém como reféns e oferenda de paz à temida Cúria de Roma.
Sem certezas de que William sobreviveu ao golpe que destruiu o seu domínio, Raven está determinada a proteger a sua irmã a todo o custo, mesmo que isso implique desafiar Borek, o líder dos inimigos de William.
Num esforço para manter Raven longe dos seus rivais, William decide entregar-se ao Romano, o misterioso e perigoso rei do submundo italiano.
Mas o Romano revela-se como alguém totalmente inesperado… Alianças e rivalidades irão ser feitas e quebrar-se enquanto William luta para salvar a mulher que ama e o seu reino, sem iniciar uma guerra civil. Conseguirão os amantes permanecer juntos, contra todas as expectativas?"

Sinopse: "Uma história de segredos obsessivos e curiosidades insaciáveis 
Londres, 1878. Dois jovens mágicos cruzam caminhos enquanto actuam em luxuosas salas de espectáculo vitorianas. E cedo nasce um feudo cruel que irá assombrar as suas vidas, levadas ao extremo pelo mistério de uma espantosa ilusão que ambos fazem em palco.
A rivalidade instiga-os a atingir o pico das respectivas carreiras, mas com consequências terríveis. Na busca de um truque que conduza à ruína do rival, escolhem o caminho da ciência mais negra.
O sangue será derramado, mas não será suficiente. No fim, o legado dos mágicos irá passar para as futuras gerações e serão os descendentes a ter de desvendar a teia de loucura que envolve estranhos actos de magia…"

Sinopse: "Agimos nas trevas para servir a luz. Somos assassinos.
Após ser submetido a um processo tecnológico que liberta as suas memórias genéticas, Callum Lynch descobre que consegue vivenciar as aventuras do seu antepassado, Aguilar, na Espanha do séc. XV. Ao descobrir que é descendente de uma misteriosa sociedade secreta, os Assassinos, os conhecimentos e habilidades incríveis a que tem acesso permitem-lhe confrontar a poderosa organização dos Templários nos dias de hoje. Com base no argumento do filme Assassin’s Creed, venha descobrir a lenda dos Assassinos."

Sinopse: "Uma abordagem inovadora com personalização da dieta consoante as necessidades e os objetivos.0
Procura neste livro mais uma dieta milagrosa, com um slogan “perca 10kg, em 10 dias, sem esforço”? Pois bem, se é esse o caso, esta não é a sua dieta pois o que procura não existe.
Há vários anos a trabalhar em clínica privada, a nutricionista Maria João Ibérico Nogueira sabe que a única dieta que funciona é aquela que as pessoas conseguem cumprir.
Dieta à sua Medida oferece 4 registos alimentares diferentes para alternar durante 1 mês:
• Dieta vegetariana
• Dieta sem lactose e sem glúten
• Dieta hiperproteica
• Dieta mediterrânica 
Através desta experiência você vai descobrir qual a dieta perfeita para o seu corpo, ou se o melhor é uma combinação de registos alimentares diferentes. Porque o mais difícil não é começar uma dieta, é mantê-la durante o tempo necessário para atingir os seus objetivos. E, depois de os atingir, é preciso saber manter o peso ideal.
Para facilitar o seu trabalho, a autora sugere receitas semanais simples e saborosas que garantem que a alimentação vai continuar a ser um dos grandes prazeres da vida."



sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Opinião | O escultor - Carina Rosa

Olá! Hoje trago a opinião de um livro de uma autora portuguesa que já não é novidade aqui no blogue: a Carina Rosa. O escultor é o seu novo livro e é bem diferente daquilo a que ela nos tem habituado, mas a qualidade do seu trabalho mantêm-se, ou melhor dizendo, está ligeiramente melhor como tem acontecido de trabalho para trabalho.

Título: O escultor
Autora: Carina Rosa
Editora: Coolbooks
Edição/reimpressão: 2016
ISBN: 978-989-766-085-6
Páginas: 460
Sinopse: "Mariana Esteves é uma galerista de sucesso, cuja vida muda após uma exposição. Um bilhete anónimo cai-lhe nas mãos, assinado «O Escultor». No papel, ameaças a si e à sua companheira de casa, Alice. Mariana ignora as mensagens do Escultor, mas há um dia em que percebe que não o pode evitar mais: Alice foi levada.
André, um jovem agente da Polícia Judiciária, é o homem que investiga os casos do artista anónimo e não consegue esquecer os rostos das mulheres desaparecidas ao longo dos anos. Para Mariana, ele é apenas um agente a quem deve dar o mínimo de informação para encontrar Alice. Para André, ela é uma mulher fria, a quem jura arrancar toda a verdade para fechar este caso de uma vez por todas. "


Opinião: Depois de já ter tido a oportunidade de ler vários trabalhos da autora, foi bom pegar em algo dela mas num registo algo diferente daquilo a que ela nos foi habituando ao longo dos tempos. Desta vez, a escritora decidiu apostar num livro que junta vários géneros literários num único trabalho: romance erótico, policial/thriller e algum mistério, contudo gostei bastante do resultado final.
   Este livro conta-nos a história da Mariana, uma galerista de sucesso, que tem uma vida demasiado monótona, não fosse por vezes a sua amiga e companheira de casa a fazê-la fugir um pouco à rotina e os seus dias seriam sempre iguais. As duas não podiam ser mais distintas uma da outra, mas creio que é isso que dá beleza a amizade delas, é como ter dois pólos diferentes juntos num só lado. Enquanto Mariana é perfecionista, trabalhadora e reservada, a Alice é completamente o oposto sendo mais descontraída, mais extrovertida e mais animada, tentando sempre trazer esses lados de Mariana ao cimo, embora nem sempre essa tarefa se revele fácil. A parte em que me apercebi do quão diferentes estas duas são uma da outra além da questão óbvia, é quando a autora nos faz uma breve descrição do quarto de cada uma, a diferença é abismal.
    O início da história é um pouco a contextualização de todo o ambiente da vida da protagonista, a Mariana. A forma como gere a sua vida, as pessoas que a rodeiam e um pouco sobre as suas formas de pensar e agir. Mas a verdadeira ação da história tem inicio quando Mariana começa a receber bilhetes bem estranhos de alguém que se intitula “O escultor”, mas ela vai desvalorizando o aparecimento destes bilhetes na sua galeria, mas tudo muda quando Alice desaparece sem deixar rasto e o desaparecimento parece ter dedo do dito escultor.
   Mariana vê-se obrigada a pedir ajuda a alguém e recorre ao posto da polícia, sendo que é de imediato encaminhada para o inspetor André, caindo-lhe desde logo nos braços. De verdade! Por sorte ou por coincidência do destino André está encarregue de investigar o desaparecimento de várias jovens na zona e depressa se apercebe que a historia de Alice está interligada com tudo o resto.
    O escultor foi uma personagem que apesar de arrepiante e muito macabra, gostei bastante da sua caracterização e dos capítulos que lhe eram dedicados de modo a mostrar-nos um pouco mais sobre a sua vida e mente doentia. Tudo tem um porquê e a história deste homem não é exceção. O único senão é que desconfiei desde o início da verdadeira identidade do escultor, inicialmente até pensei que era óbvio demais para ser verdade mas de facto não fazia sentido que fosse outra pessoa e esse foi para mim um dos poucos pontos negativos deste livro, mas em contrapartida esta foi das minhas personagens favoritas ao longo da história devido a toda a complexidade inerente à construção do mesma.
    Ao início custou-me um pouco a entrar na história porque não estava a conseguir gostar muito das personagens, mas depois surgiu o mistério e depois o romance que me deixou em pulgas para o andamento da coisa. O meu lado romântico fala sempre mais alto quando existem casais à mistura e no caso de Mariana e André não foi exceção, principalmente porque esta foi uma aproximação que levou o seu tempo, mas foi tão bom ver duas pessoas tão frias a derreterem quando estavam juntas. E aquele momento perto do final cliché foi tão bom. A sério!
     Os capítulos vão alterando entre os vários personagens o que abona a favor da história porque nos dá a perspetiva de todos eles sobre tudo aquilo que está a acontecer no presente e aborda também um pouco do passado de cada um dos personagens o que, muitas vezes, explica o porquê deles terem determinadas atitudes no presente.
   (In)felizmente existe uma imensidão de pormenores sobre este livro que eu gostava muito de abordar, mas não o vou fazer porque vai certamente estragar a experiência de leitura de quem vier a ler este livro, mas acreditem se há livro que tem muitas surpresas para dar ao leitor é este!
Só um pormenor que não posso deixar passar em branco porque foi das primeiras coisas que reparei quando me deparei com este livro: a capa. Na minha opinião esta muito bem conseguida e expressa de forma muito boa história. Arrisco-me ate a dizer que é das capas mais bem conseguidas a nível de livros nacionais, mesmo.
"Pela primeira vez em muitos anos, Mariana sentiu que andara à deriva toda a via, tentando encontrar um amor que pensava ter descoberto na arte. Mas amor era isto: uma pessoa e um lar. Esse lar era na casa de André, por entre paredes e cortinados escuros, simples, práticos e frios, como, na verdade, eram amos. Eram iguais e amavam-se."
Pág: 460
Classificação: 

Playlist:

Esta leitura teve o apoio da editora CoolBooks (Chancela da Porto Editora) que me enviou um exemplar em troca de uma opinião sincera.

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Resumo mensal (Filmes e Séries) | Janeiro

Olá! Janeiro foi um bom mês a nível de leituras, mas penso que a nível de filmes e séries também o foi. Gostaria de dizer que os meses que se seguem vão ser parecidos, mas acho difícil, uma vez que Fevereiro já vai a chegar ao fim e o balanço final não é nem metade daquilo que foi Janeiro, mas nem todos os meses podem ser iguais, não é verdade?

Filmes

  
Comecei logo no início do ano e do mês de Janeiro por ver o Taken 3 que estreou na televisão. Ainda só tinha visto o Taken 1 e talvez tenha perdido alguns detalhes por não ter visto o segundo antes deste terceiro, mas na generalidade gostei muito do filme. Depois também apanhei a dar num Sábado à tarde o filme Star Trek que não conhecia, mas por norma gosto sempre de ver estes filmes assim mais futurísticos que envolvem espaço e tudo mais. Por fim e numa onda de filmes mais recentes, fui ao cinema ver Passageiros que me andava a deixar curiosa há muito com aquele trailer e, bem, é um filme com um ritmo de ação um pouco lento e que precisou de muitos poucos atores para ter pernas para andar o que para mim é muito bom, porque poderia causar algum aborrecimento, mas não. É um filme que vale muito a pena ver.

Séries

 
No âmbito de séries tenho muitas debaixo de olho que gostaria de ver, mas para já tenho-me limitado apenas a seguir aquelas que já vejo há algum tempo e quando surgir mais tempo para dedicar a séries logo se vê. Continuei a seguir a 2º temporada da série 12 Monkeys que levou uma reviravolta enorme nesta segunda temporada e que estou mortinha para ver como vai terminar e o que nos vai trazer a próxima temporada. Depois comecei a ver 2º temporada de Shadowhunters que tem deixado muito a desejar em alguns campos, mas que tenho seguido na mesma por gostar muito da história e por não ter perdido a esperança de vir a ler esta saga.
E vocês, o que andaram a ver no mês de Janeiro?