sexta-feira, 26 de junho de 2015

Opinião | Desejo-te - J. Kenner

Olá! Hoje é dia de opinião aqui no blog, venho falar-vos de um livro de uma autora que eu queria muito ter a oportunidade de ler, por isso posso desde já adiantar-vos que gostei muito desta autora e todas as boas opiniões que li sobre a autora confirmam-se.

Título: Desejo-te
Saga: Most Wanted
Autora: J. Kenner
Editora: TopSeller
Edição/reimpressão: 2015
ISBN: 9789898800404
Páginas: 352
Sinopse: "Sei exatamente o momento em que a minha vida se alterou. O preciso instante em que os olhos dele fitaram os meus e eu deixei de ver a inexpressiva familiaridade, mas antes perigo e fogo, desejo e fome. Talvez devesse ter virado costas. Talvez devesse ter fugido. Não o fiz. Desejava-o. Mais: precisava dele. Do homem e do fogo que ele ateava dentro de mim. 
Há quase oito anos, ainda adolescente, Angelina Raine assistiu à morte violenta da adorada irmã mais velha. Após essa tragédia, Angie, como era conhecida, começou a passar muito tempo com o seu tio Jahn e com três rapazes, Evan, Tyler e Cole, por ele apadrinhados. Durante anos, Angelina desenvolveu uma fixação por um deles, Evan, sem ser correspondida. Apesar dos avisos do tio do perigo que correria se se envolvesse com ele, o desejo entre ambos torna-se evidente, e há tentações às quais é impossível resistir."


Opinião: Esta era daquelas escritoras que eu tinha mesmo de ler este ano, depois de tanto alarido em torno da sua saga STARK publicada também pela topseller, decidi que iria adquirir o seu próximo livro editado em Portugal e por isso nem pensei duas vezes quando vi que este livro ia ser lançado e decidi adquiri-lo. Este livro pertence a uma trilogia Most Wanted que tem tudo para ser boa e muito falada.
        Este livro conta-nos a história de Angie, Angelina ou Lina dependendo do espaço temporal do livro, que desde da sua adolescência que sente uma crush pela pedaço de mau caminho do Evan, mas desde sempre que existiu uma barreira entre eles os dois criada essencialmente por Jahn, o tio dela, que não queria que os dois se envolvessem para além da amizade que mantinham. Para além de Evan ser mais velho, é uma aposta pouco segura segundo a opinião do tio, mas com a sua morte tudo pode mudar e a vida destes dois vai dar grandes voltas.
        A nossa protagonista feminina é uma mulher forte, mas que está constantemente atormentada pelos vários episódios do seu passado, nomeadamente a morte trágica da sua irmã mais velha. Uma vez que o seu pai ocupa um lugar de poder, ela procura sempre comportar-se conforme as regras estabelecidas, mesmo que isso implique não agir de acordo com as suas vontades. E se há coisa que adorei no livro foi a reviravolta que o Evan trouxe à sua vida, a forma como a mudou e fez com que ela fosse realmente quem era e fizesse o que queria, porque acima do facto de querer agradar ao pai e comportar-se sempre com toda aquela classe e delicadeza, ela devia ser feliz.
        Se por um lado temos Angie uma mulher contida e pouco segura, por outro temos Lina, uma mulher cheia de convicções, livre de preconceitos, muito segura consigo mesma e com uma vontade louca de voar e de ser aquilo que sempre desejou. É incrível como a mesma mulher consegue ter dois lados tão opostos o que cria alguma revolta interior entre o que ser e o que fazer.
        Depois temos o Evan que é um homem cheio de segredos e mistérios, a sua vida é uma caixinha cheia de surpresas, assim como a dos seus companheiros, Tyler e Cole. Este é um homem misterioso e com segredos aqui e ali do início ao fim do livro e só mesmo perto do final é que se revela muito mais do que esperávamos, mostra-nos que por baixo daquela carapaça de homem de negócios todo galã, é um homem com um coração mole capaz de fazer tudo para proteger aqueles que ama.
        Esse livro tem uma pontinha de mistério que o acompanha ao longo de toda a sua narrativa, pouco a pouco vão-nos sendo revelados pormenores da vida de Angelina e de Evan, mas há sempre coisas que ficam para o fim o que faz deste livro uma surpresa constante. Este livro mostra-nos claramente que a vida não é feita apenas de coisas boas e que todos nós temos um lado mais negro e temos alturas em que nos apetece fugir às regras da sociedade e desviar-nos um pouco da linha. É a realidade, por isso achei que as personagens foram criadas de forma muito real e creio que a julgar pelo que passaram, se torna passível de compreender algumas das suas atitudes no passado.
        Adorei a forma gradual como os protagonistas viraram casal, isso não aconteceu da noite para o dia, foi algo que foi acontecendo, uma vez que estes já se conheciam desde jovens e antes de serem um casal foram amigos. É quase impossível não se apaixonarem por este casal que depois de tantos anos, vê finalmente uma possibilidade de estarem juntos e sem entraves. E sem sombra de dúvidas que estes dois merecem-no.
        Outra grande surpresa neste livro é o Jahn, aquele homem íntegro e muito amável que esconde um grande segredo. O lado negro da sua vida que todos desconheciam e que ninguém esperava que fosse sequer possível existir.
        A escrita de J. Kenner é deliciosa, é uma escrita simples mas que cativa e envolve de imediato o leitor.
        Como já referi este livro pertence a uma trilogia que depreendo que tenha cada livro dedicado a cada um dos rapazes que Jahn acompanhou e ajudou o que me parece muito prometedor, porque quero muito muito conhecer o passado do Tyler e do Cole assim como conheci o de Evan.

Classificação:

Playlist: 

"Ele era a ordem do meu caos, a calma da minha tempestade. O medo poderia segurar-me nas suas garras, mas o Evan escapava-lhe por entre os dedos como se fosse areia."

E vocês, já leram alguma coisa desta autora?

6 comentários:

  1. Olá Tânia,
    Gostei muito da tua opinião, devo confessar que me fez lembrar um pouco os livros de Madeline Hunter, o que ainda mais me deixou entusiasmada para uma futura leitura.
    Não sei se era pelo título mas tinha a ideia, errada pelo que já vi, que este era um livro muito do tipo de 50 sombras de Grey, mas ainda bem que me enganei.
    Vou acompanhar as tuas opiniões sobre os próximos livros desta saga. Mais uma vez adorei a tua opinião.
    Beijinhos e boas leituras.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,
      Sim, ultimamente muitos são os livros deste género que são associados e comparados às 50 sombras de grey, mas acredita em mim quando digo que não tem nada a ver. O livro das 50 SG tem personagens mal construídas e uma história entre os personagens que acontece de forma muito abrupta e neste livro da J. Kenner não. :)
      Beijinhos.

      Eliminar
  2. Olá,
    Adorei o comentário e fiquei com vontade de ler o livro.
    Eu já li um excerto e não achei nada de especial mas a tua opinião deixou-me muito curiosa. Agora vou ter de comprar o livro.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,
      Eu confesso que gostei muito, principalmente porque achei que as personagens e a sua relação estava muito bem construída e tinham uma sequência lógica. :)
      Beijinhos.

      Eliminar
  3. Olá,

    Nunca li nada dela, mas parece-me que será uma boa aposta até para variar um pouco o que lemos, fiquei com vontade de experimentar :)

    Parabens pelo comentário ;)

    Bjs e boas leituras

    ResponderEliminar